Destaque Notícias — 07 Fevereiro 2015

1655938_809436712464042_1665124195148059736_n#NotíciasTST Um vigia de loja de conveniência de um posto de combustíveis que também fazia rondas pela área externa do local teve reconhecido o direito de receber adicional de periculosidade. Ele conseguiu provar que as rondas incluíam a área do armazenamento de combustível e proximidades às bombas de gasolina, atividade classificada como perigosa.

Saiba mais: http://bit.ly/16dBEtU

Share

About Author